Imagem

O segmento de eventos foi o primeiro a ser afetado e um dos últimos a retomar suas atividades, dizem os especialistas da área. Neste cenário, a expectativa do setor é que as programações virtuais sigam em destaque nos próximos meses. O Grupo MM, uma das maiores empresas do setor de eventos corporativos é um bom exemplo disso. ”Acredito que aos poucos a gente vai começar voltar, mas entendo que os eventos presenciais só devem acontecer em 2021, se tudo correr bem com o controle da pandemia”, diz a fundadora da empresa, Meire Medeiros.

Clique aqui e confira a matéria completa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.